Uribe confirma envio de avião colombiano com ajuda médica ao Haiti

Bogotá, 13 jan (EFE).- O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, confirmou hoje que um avião da Força Aérea do país decolará o mais breve possível rumo ao Haiti, levando alimentos, remédios e profissionais para ajudar as vítimas do forte terremoto que atingiu o país caribenho.

EFE |

"Enviaremos uma delegação de ajuda com médicos, assistentes sociais e profissionais treinados em atendimento a vítimas de desastres", disse o chefe de Governo em entrevista coletiva.

Uribe manifestou sua "tristeza e dor pela tragédia" no Haiti, e garantiu que fará todo o esforço necessário para fazer com que o povo haitiano receba ajuda em alimentos e remédios.

O líder colombiano também pediu às Nações Unidas e a outras organizações internacionais para que assumam a coordenação de toda a ajuda que será enviada ao país caribenho para que as doações sejam "bem canalizadas" e organizadas.

Segundo um comunicado emitido ontem pelo Ministério das Relações Exteriores da Colômbia, "o Governo se declara em alerta e está pronto para atender o chamado de auxílio das autoridades haitianas".

O terremoto, de 7 graus na escala Richter e com epicentro a apenas 15 quilômetros de Porto Príncipe, causou grande destruição na capital, onde pelo menos cem edifícios foram derrubados e milhares de pessoas podem estar mortas sob os escombros.

O Exército brasileiro confirmou hoje que pelo menos quatro militares do país que fazem parte da força de paz da ONU no Haiti (Minustah) morreram em consequência do tremor, e pelo menos outros cinco ficaram feridos.

A médica sanitarista Zilda Arns Neumman, fundadora e coordenadora da Pastoral da Criança, ligada à Igreja Católica, também morreu no terremoto que devastou o Haiti. EFE.

fer/id

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG