Uribe confirma convite a tropas colombianas para ir ao Afeganistão

Bogotá, 7 ago (EFE).- O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, confirmou hoje o convite para que tropas do país viajem ao Afeganistão para participar das forças sob o comando da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), e disse que está estudando a solicitação.

EFE |

Uribe declarou durante uma cerimônia em Bogotá, em comemoração ao Dia do Exército, que esse pedido é um reconhecimento da efetividade dos militares colombianos.

Ele afirmou que seu país pode colaborar na eliminação de minas explosivas e cultivos ilegais, áreas nas quais tem experiência.

"Hoje, confiam tanto em nossas Forças Armadas, em nosso Exército, Polícia, Força Aérea e Marinha, que nos pediram que ajudássemos no Afeganistão. Não com tropas, mas com especialistas em minas antipessoal e em erradicação de drogas", expressou o governante.

Horas antes, o ministro da Defesa Juan Manuel Santos, e o general Freddy Padilla, comandante das Forças Militares, confirmaram que estudam a possibilidade de enviar uma unidade militar ao Afeganistão.

Essa unidade poderia operar junto às tropas espanholas destacadas no país asiático sob comando da Otan, segundo expressou o general Padilla.

Uribe acrescentou que um grupo de oficiais colombianos viajou para estudar a situação no Afeganistão, onde opera a Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), sob comando da Otan.

Atualmente, a Polícia colombiana treina soldados afegãos na luta antidrogas, em um destacamento do departamento de Tolima, no centro oeste do país. EFE gta/rb/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG