Bogotá, 2 fev (EFE).- O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, autorizou hoje exclusivamente a Cruz Vermelha a continuar com a missão humanitária que recolherá outros dois reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), com o que excluiu a senadora Piedad Córdoba, apesar de ela ter sido a ligação com os guerrilheiros.

EFE ocm/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.