Uribe aumenta presença de tropas na divisa com o Equador

Bogotá, 25 jan (EFE).- O presidente colombiano, Álvaro Uribe, confirmou hoje que aumentará a presença de tropas na região de fronteira com o Equador com a instalação de uma brigada militar permanente no departamento de Nariño, sudoeste, e especialmente com a criação de um Comando Unificado do Sul.

EFE |

Neste domingo, o governante visitou a cidade de Pasto, capital provincial de Nariño, e anunciou que o objetivo da nova brigada do Exército é avançar na recuperação da ordem pública na zona de divisa.

"A fim de dar outro passo na recuperação da ordem pública em Nariño e em toda a zona de fronteira, comunico a meus compatriotas de Nariño e Putumayo que, nos próximos dias, haverá uma brigada do Exército permanente", assegurou.

"E, ainda mais importante: Nos próximos dias teremos o Comando Unificado do Sul, à semelhança do Comando Unificado do Norte, para poder avançar mais no tema de ordem pública", ressaltou Uribe.

No total, 27 mil militares serão encarregados de vigiar a fronteira com o Equador dentro de um plano do Governo da Colômbia de "elevar a importância" da presença nessa área limítrofe, disse no sábado o ministro da Defesa, Juan Manuel Santos, em uma ponte que liga os dois países.

Segundo ele, para a Colômbia é fundamental restabelecer as relações com o Equador para que os comandantes militares dos dois países possam ter "uma comunicação fluente, qualquer tipo de comunicação se transforma em uma ferramenta essencial na luta contra a delinquência".

No entanto, ressaltou que gostaria que houvesse "mais cooperação" do outro lado da fronteira, "porque assim poderíamos ter muitos mais resultados". EFE fer/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG