As pessoas com mais de 6 meses de doenças consideradas crônicas, as grávidas e o pessoal de saúde são os grupos que devem receber com prioridade a vacina contra o vírus A(H1N1), segundo posição comum aprovada nesta terça-feira por especialistas de 27 países da UE.

cm/siu/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.