O líder do movimento ultraconservador fundado por monsenhor Marcel Lefebvre pediu nesta terça-feira perdão ao Papa Bento XVI pelas declarações do bispo Richard Williamson que negavam a existência do Holocausto, informou há pouco o Vaticano.

kv/lmm/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.