A União Européia assegurou nesta sexta-feira seu total apoio ao primeiro-ministro libanês, Fuad Siniora, e pediu a solução da crise através do diálogo e em obediência às instituições, segundo comunicado do chefe da diplomacia européia, Javier Solana.

cat/mcd/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.