O diretor-geral de inteligência da Colômbia (DAS), Fernando Tabárez, renunciou nesta quinta-feira ao cargo, devido ao escândalo de grampos do serviço secreto, usado para escutas telefônicas ilegais de políticos opositores, magistrados, jornalistas e membros do governo.

pro/ml/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.