O presidente da Mongólia, Nambariin Enkhbayar, decretou nesta terça-feira quatro dias de estado de exceção ante a violência dos protestos realizados na capital, anunciou a televisão pública.

str/jw/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.