O Papa Bento XVI admitiu, neste sábado (horário local), em Sydney, vergonha dos abusos sexuais de crianças cometidos pelos padres na Austrália e declarou que os culpados desse mal devem ser levados à Justiça.

du/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.