A ofensiva georgiana deixou 1400 mortos na Ossétia do Sul, anunciou nesta sexta-feira o presidente deste território separatista da Geórgia, Edouard Kokoïty, citado pela agência russa Interfax.

bfi/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.