O primeiro-ministro d Luxemburgo, Jean-Claude Juncker, anunciou nesta terça-feira que o país vai modificar sua Constituição e reduzir as prerrogativas do grão-duque, depois de sua rejeição a avalizar uma lei que legaliza a eutanásia.

vp-mar/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.