O ministro israelense da Defesa, Ehud Barak, afirmou nesta quinta-feira que fará todo o possível para conseguir anular uma investigação, qualificada de delirante, da justiça espanhola sobre um bombardeio israelense de 2002 em Gaza que matou um chefe do Hamas e 14 civis.

jp-ezz/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.