O governo libanês anunciou nesta quarta-feira que revoga as medidas contra o grupo islamita Hezbollah, responsáveis pelos piores confrontos vividos no país desde o fim da guerra civil, em 1990.

jz/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.