O gabinete de segurança israelense decidiu formalmente nesta sexta-feira prosseguir com a ofensiva militar na Faixa de Gaza, apesar do pedido de cessar-fogo da resolução aprovada pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas.

rb-ezz/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.