Alguns membros dos serviços de inteligência paquistaneses apoiam os talibãs e a Al-Qaeda refugiados na fronteira com o Afeganistão, e isso é uma das coisas que têm que mudar, declarou nesta sexta-feira à rede CNN o chefe de Estado-Maior do Exército dos Estados Unidos, Michael Mullen.

dab/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.