O ex-chefe militar sérvio-bósnio Radovan Karadzic, acusado de genocídio e crimes contra a humanidade, foi detido pelos serviços de segurança sérvios, anunciaram nesta segunda-feira os assessores do presidente sérvio, Boris Tadic.

an/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.