O presidente do Equador, Rafael Correa, afirmou neste sábado que irá renunciar ao cargo se as acusações dele possuir relações com as Farc sejam comprovadas, em uma coletiva de imprensa em Lima.

mis/fb

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.