Uma comissão de chanceleres latino-americanos, que chegou a Honduras em busca de uma saída para a crise política do país, terminou nesta terça-feira as suas gestões reconhecendo que não foi possível chegar a um acordo com o governo de fato que permita o retorno à vida democrática.

on/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.