UNRWA diz que Israel se concentrou em destruir infraestruturas de Gaza

Genebra, 23 jan (EFE).- A ofensiva israelense na Faixa Gaza, além de causar mais de 1.

EFE |

300 mortes, se concentrou em "destruir totalmente as infraestruturas de um futuro Estado palestino", afirmou hoje um membro da Agência das Nações Unidas de ajuda aos refugiados palestinos (UNRWA).

"Os danos e as destruições foram predominantemente nas infraestruturas do futuro Estado palestino e devem ser determinadas as responsabilidades por isto", declarou o chefe da UNRWA em Gaza, John Ging, em conferência telefônica com jornalistas em Genebra.

Ele afirmou que entre os edifícios destruídos completamente e transformados em escombros estão muitos ministérios, indústrias e escolas, "que foram o alvo direto de bombardeios".

Ressaltou que a explicação oferecida pelas forças armadas de Israel para estes bombardeios é que "se tratavam de infraestruturas do terrorismo".

Ging afirmou que agora há um cessar-fogo e que as tropas terrestres israelenses abandonaram Gaza em uma "devastação sem precedentes", tanto de casas como das infraestruturas já citadas.

"Agora estamos concentrados em ajudar as pessoas para que enfrentem a destruição", declarou. EFE vh/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG