Universitários voltam a protestar contra Governo iraniano

Teerã, 29 set (EFE).- Estudantes universitários voltaram hoje a protestar no Irã, pelo segundo dia consecutivo, contra o Governo Mahmoud Ahmadinejad, informaram vários sites locais.

EFE |

Segundo os sites "mowjcamp", "Advarnews" e "Payvand, cerca de mil estudantes se concentraram nas portas da Universidade Sharif de Teerã para protestar durante a visita do ministro da Educação Superior, Kamram Daneshyu.

Os estudantes pediram a liberdade dos detidos durante os protestos que seguiram a reeleição de Ahmadinejad em 12 de junho, um pleito que a oposição denuncia como fraudulento.

Durante a repressão dos protestos pós-eleitorais, cerca de 30 pessoas morreram, segundo fontes oficiais, e aproximadamente quatro mil foram detidas.

Pelo menos 200 ainda permanecem presas, segundo os opositores, que também elevam a 72 o número de mortos.

O ministro Daneshyu foi diretor do Comitê Eleitoral Central durante as polêmicas eleições de 12 de junho.

Os protestos estudantis começaram na segunda-feira, durante o ato de abertura da temporada de aulas nas universidades. EFE jm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG