Universitário se torna 3º caso da gripe na China

Pequim, 13 mai (EFE).- Um universitário chinês no Canadá se tornou o segundo caso de gripe suína da parte continental da China e o terceiro no país, após o registrado em Hong Kong, o qual já teve alta, informou o site do Ministério da Saúde chinês.

EFE |

O jovem, de 19 anos, viajou do Canadá a Pequim em 7 de maio, e, na capital chinesa, ficou hospedado em um hotel, onde apresentou febre no dia 10, com dores de garganta e de cabeça.

Três dias depois, pegou o trem para Jinan, capital de Shandong, mas do próprio vagão entrou em contato com o centro provincial de controle de prevenção da doença, cujos funcionários o esperaram na estação para levá-lo ao hospital.

Os resultados dos dois exames realizados deram positivo ao vírus AH1N1 e a Administração de Saúde da província de Shandong comunicou nesta terça ao Ministério da Saúde da China.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE pc/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG