Salamanca (Espanha), 1 out (EFE) - A Universidade de Salamanca receberá em novembro o 1º Congresso de Brasilianistas da Europa, do qual participarão pesquisadores e acadêmicos que estudam o Brasil, anunciou hoje o reitor do centro de ensino espanhol, José Ramón Alonso. Alonso fez o anúncio ao visitar o Palácio de Maldonado, recém-reabilitado e em cujas obras foram investidos mais de um milhão de euro (US$ 1,46 milhão). O local abrigará a sede da Fundação Cultural Hispano-Brasileira e o Centro de Estudos Brasileiros da Universidade de Salamanca (USAL).

O reitor assegurou que as novas instalações reforçarão os vínculos da USAL "com um país que está tendo resultados espetaculares na economia e nos aspectos sociais e acadêmicos".

Entre os projetos da Fundação Cultural Hispano-Brasileira, o reitor destacou a realização, entre 19 e 21 de novembro, do 1º Congresso de Brasilianistas da Europa, com o qual a Universidade de Salamanca pretende se transformar "no núcleo de todos os pesquisadores e acadêmicos que estão trabalhando sobre o Brasil".

Alonso confirmou a participação de representantes do Ministério de Ciência e Tecnologia do Brasil, e afirmou que são realizadas gestões para que a ministra de Educação espanhola, Mercedes Cabrera, esteja presente. EFE np/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.