Universidade de Princeton fecha por alarme falso de homem armado

Nova York, 3 jun (EFE).- A Polícia investiga um alarme falso gerado hoje na Universidade de Princeton, em Nova Jersey, depois que um homem aparentemente armado entrou no centro de ensino e obrigou o campus a ser fechado.

EFE |

As autoridades da Universidade ordenaram o fechamento de todas as instalações e pediram aos estudantes para não saírem dos prédios nos quais se encontravam esta manhã, mas, pouco depois, descobriram que a informação era falsa.

Vários canais de televisão locais informaram que o estado de alerta decretado pela universidade foi provocado por "um homem não identificado que se encontra detido e que aparentemente levava uma pistola de brinquedo".

Princeton tinha pedido aos alunos, através de comunicado postado no site da universidade, que não deixassem os edifícios nos quais estavam diante da possibilidade de que um homem armado estivesse nas instalações do centro de ensino.

"Antes das 11h (12h de Brasília), um homem foi visto com o que parecia ser uma pistola nas imediações de um dos dormitórios do campus", afirmou a universidade em comunicado inicial.

Poucos minutos depois, as autoridades do centro comunicaram aos estudantes em outra mensagem no site que a notícia não procedia, e decidiram reabrir o campus e ordenar a retomada das atividades.

"O Departamento de Segurança Pública da Universidade de Princeton comprovou que não há nenhum pistoleiro no campus", assegurou a universidade em novo comunicado, no qual também informou que a Polícia investigava o caso. EFE dvg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG