Washington, 12 abr (EFE).- A universidade de Saint Xavier, em Chicago (EUA), fechou suas portas hoje por tempo indefinido, após descobrir uma série de pichações com ameaças em uma das residências de estudantes.

O centro de ensino, de orientação católica e com 5.700 alunos, ordenou na sexta-feira a retirada dos estudantes, que terminou hoje ao meio-dia, depois que na quinta-feira passada foi encontrada a mensagem "estejam preparados para morrer em 14 do 4".

Este mês, já tinha sido achada uma primeira pichação com ameaças, informou a reitora da universidade, Judith Dwyer.

Todas as aulas ficaram canceladas e foram fechados os dois campus da instituição, mas permanecerão abertos edifícios onde há planejados atos comunitários, disse Dwyer.

A Polícia de Chicago aumentou a vigilância do centro diante das ameaças para segunda-feira, o início de uma semana que coincide com o primeiro aniversário do massacre na do Instituto Politécnico de Virgínia, no qual 32 pessoas morreram.

Também se completa o aniversário do massacre registrado em uma escola de Columbine, no Colorado, em 1999, quando dois estudantes mataram doze pessoas e depois se suicidaram. EFE mv/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.