Unidade detectará armas de destruição em massa em comício de Obama

Chicago (EUA), 3 nov (EFE).- Uma unidade especial da Guarda Nacional de Illinois estará presente na noite de terça-feira no Parque Grant, onde os partidários do democrata Barack Obama esperarão pelos resultados das eleições presidenciais dos Estados Unidos, para detectar a possível presença de armas de destruição em massa, informou hoje a emissora de TV local ABC 7.

EFE |

A emissora, que teve acesso a um relatório confidencial sobre os preparativos de segurança em torno do senador por Illinois, disse que a unidade de 22 soldados está qualificada no documento como "Equipe de Apoio Civil".

Mas sua verdadeira missão será detectar a presença de possíveis armas de destruição em massa no parque onde Obama discursará para cerca de 1 milhão de pessoas.

A presença da unidade especial da Guarda Nacional é um desdobramento de segurança sem precedentes em Chicago.

O Serviço Secreto americano deve controlar os arredores da casa de Obama em Chicago, o Parque Grant e vários hotéis do centro dessa cidade, onde ficarão hospedados vários jornalistas de todo o mundo e os convidados especiais que a campanha democrata convocou para receber seu candidato.

Além disso, toda a Polícia de Chicago estará trabalhando em turnos de 12 horas. Os policiais serão apoiados por agentes de outros 70 condados do estado de Illinois, assim como o Serviço da Guarda Costeira, já que o Parque Grant está às margens do lago Michigan.

A possibilidade de acontecerem distúrbios - com a vitória ou a derrota de Obama - é uma das grandes preocupações das autoridades, e por isso serão desdobradas equipes de agentes especializados no lançamento de gases antidistúrbios e unidades que portarão armas especiais. EFE jcr/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG