Unicef está preocupado com crianças e adolescentes haitianos na R.Dominicana

Porto Príncipe, 24 jan (EFE).- O Fundo das Nações para a Infância (Unicef) expressou hoje sua preocupação com a situação de crianças e adolescentes vítimas do terremoto no Haiti que estão na República Dominicana, que uma vez recebido atendimento médico poderiam ser vítimas de violações a seus direitos.

EFE |

Em comunicado enviado de Santo Domingo, a organização lembrou que estas crianças estão, em muitos casos, separadas de suas famílias e de seus cuidados, e estão "em situação de grande vulnerabilidade, expostas a serem vítimas de adoções ilegais, contrabando, exploração e sequestro".

Diante desta situação, o Unicef pediu às instâncias governamentais e ONGs que redobrem "seus esforços para evitar qualquer ação que ajude o tráfico de pessoas e violações aos direitos destes meninos e meninas".

O Unicef colabora estreitamente com as instituições dominicanas, especialmente com o Conselho Nacional para a Infância e a Adolescência nos esforços para oferecer-lhes proteção especial a estas crianças, e apoia centros de amparo para criar um ambiente de proteção adequado aos menores, acrescentou a instituição. EFE jsm/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG