Unicef emite alerta sobre seqüestros de crianças no Haiti

Genebra, 20 jun (EFE).- O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) emitiu hoje um alerta sobre os seqüestros de crianças no Haiti e revelou que, desde o início deste ano, foram registrados 50 casos no país.

EFE |

A maioria dos casos envolve crianças muito pequenas, disse a porta-voz do Unicef, Veronique Taveau, que disse que foram recebidas denúncias de que algumas vítimas sofreram abuso sexual, foram torturadas e até assassinadas.

"As autoridades suspeitam que grupos criminosos que buscam dinheiro fácil são responsáveis por esses seqüestros. Infelizmente, os autores permanecem impunes", disse.

O Unicef também alertou sobre o aumento de seqüestros de menores na República Democrática do Congo e na República Centro-Africana, dois países com conflitos internos.

No primeiro, milhares de crianças são recrutadas à força por grupos armados, para serem utilizadas como soldados ou como escravos sexuais por longos períodos, disse Taveau.

O Unicef exigiu o fim dessas práticas e lembrou a obrigação legal dos Governos de proteger todas as crianças. EFE is/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG