Unicef denuncia seqüestro de 90 crianças por insurgentes no Congo

O fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) pediu nesta segunda-feira a imediata liberação de 90 crianças seqüestradas na República Democrática do Congo (RDC) por guerrilheiros do Exército de Resistência do Senhor (ERS).

AFP |

"A Unicef exige a liberação incondicional das crianças seqüestradas", disse Julien Harneis, o chefe de operações da Unicef para o leste da RDC.

A Unicef citou às autoridades locais, segundo as quais as crianças foram capturadas em suas escolas em 17 de setembro em ataques simultâneos nas aldeias de Kikiwa, Duru e Nâmbia (lste).

"Estas crianças devem ter sido levadas para as bases do ERS na selva", acrescentou.

"Estas crianças foram tiradas de suas escolas. A Unicef está muito preocupada e teme que elas sejam obrigadas a lutar ou apoiar os combates, colocando suas vidas em risco", disse Harneis.

Dezenas de milhares de pessoas morreram nas duas décadas de guerra civil entre o ERS e o governo de Uganda.

Os combates terminaram oficialmente em 2006, quando foi assinado um acordo de cessar-fogo. No entanto, os insurgentes se reagruparam do outro lado da fronteira da RDC durante a aplicação desse acordo e continuam atuando.

wtf/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG