Unicef denuncia 225 milhões de crianças exploradas sexualmente no mundo

No total, 150 milhões de meninas e 73 milhões de meninos menores de 18 anos são vítimas de exploração sexual no mundo, segundo informe publicado nesta terça-feira pela seção alemã do Unicef.

AFP |

Centenas de milhares de crianças são vendidas a cada ano no estrangeiro, com frequência com objetivos sexuais, segundo estatísticas do Fundo das Nações Unidas para a Infância, apresentadas em Berlim pelo ator e "ex-James Bond" Roger Moore, embaixador de boa vontade do Unicef.

Apesar dos progressos alcançados em matéria de legislação para proteger as crianças, "esta situação se repete em numerosos países", comentou o ator britânico.

"A cada ano, milhões de meninas e meninos são forçados a se prostituir", informou Moore, acrescentando que o desenvolvimento da internet e das tecnologias provocaram explosão da difusão dessas imagens.

Segundo as estimativas da Unicef, entre 60.000 e 100.000 crianças são vítimas do comércio sexual nas Filipinas; em Bangladesh, a média de idade dos menores vítimas de exploração sexual é de 13 anos.

Nas praias do Quênia, 150.000 crianças se prostituem diariamente, vítimas de predadores sexuais procedentes de países mais ricos.

fc/fjb/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG