União Européia pede que Irã suspenda execuções por apedrejamento

PARIS - A União Européia (UE) expressou hoje sua viva preocupação devido ao risco de execução iminente no Irã de oito mulheres e um homem condenados ao apedrejamento por cometer adultério, e pediu a Teerã que cumpra seus compromissos e as normas internacionais relativas aos direitos humanos.

EFE |

Em comunicado, a presidência rotativa da UE - nas mãos da França - lembrou que o Irã se comprometeu a declarar uma moratória sobre os apedrejamentos, e pediu a Teerã que "suspenda imediatamente estas execuções e amenize as sentenças de morte" ditadas.

O Irã aplica uma estrita versão da lei islâmica (sharia), e impõe a pena de morte para casos de narcotráfico, homossexualismo e estupro, enquanto as mulheres e os homens casados considerados por adultério são condenados à morte por apedrejamento.

Leia mais sobre Irã

    Leia tudo sobre: irã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG