União Europeia dará ajuda de 400 milhões de euros ao Haiti

Instituições e Estados membros da União Europeia ofereceram mais de 400 milhões de euros (US$ 575,6 milhões) em assistência emergencial e de longo prazo ao Haiti devido ao terremoto que devastou o país caribenho, anunciou o bloco nesta segunda-feira.

iG São Paulo |

O diretor da Comissão da UE para Assistência e Desenvolvimento, Karel de Gucht, disse que o fundo incluiria 137 milhões de euros para necessidades de curto prazo, e ao menos 200 milhões de euros para o médio e longo prazo.

Um porta-voz do comissão também informou que 92 milhões de euros adicionais seriam providenciados pelos países integrantes do bloco.

A União Europeia anunciou também o envio de uma missão ao Haiti para ajudar o governo local a retomar o controle da situação.

"Nossa avaliação inicial mostra um nível de necessidade humanitária que coloca à prova a resposta internacional sob qualquer circunstância", disse Douglas Alexander, secretário de Desenvolvimento da UE. "E o impacto do terremoto é ampliado porque atingiu um país que já era extremamente pobre".

França questiona os EUA

A França questionou a gestão do aeroporto de Porto Príncipe por parte dos Estados Unidos depois do veto ao pouso de um avião francês com ajuda para as vítimas do terremoto no Haiti e que, por isso, foi desviado para a República Dominicana.

O secretário de Estado de Cooperação da França, Alain Joyandet, quem está na capital haitiana, protestou formalmente a Washington pelo incidente, ocorrido na última sexta-feira, segundo a "Radio France International" ("RFI").

Em declarações à imprensa recolhidas pela "RFI", Joyandet ressaltou que "não é normal que um avião que transporta um hospital de campanha não possa aterrissar".

* Com AP e EFE

Veja também:

Leia mais sobre Haiti

    Leia tudo sobre: haiti

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG