União Africana pede resultados concretos em cúpula América do Sul-África

Porlamar (Venezuela), 26 set (EFE).- O presidente da Comissão da União Africana (UA), o gabonês Jean Ping, pediu hoje que a segunda Cúpula América do Sul-África (ASA) produza resultados concretos porque a credibilidade da cooperação Sul-Sul está em jogo.

EFE |

"Esta cúpula é uma reunião com a História, e decisões concretas devem ser tomadas. A retórica não é suficiente, porque a credibilidade da cooperação Sul-Sul está em jogo", disse Ping.

O representante da UA destacou que os compromissos assumidos na primeira cúpula ASA, em 2006, ainda estão em fase de concretização por meio de "oito grupos de trabalho, mas isso não é suficiente".

Para Ping, se houver vontade de avançar, "o que sair desta cúpula pode passar à história como um fato bem-sucedido que reforçará a credibilidade de nossa associação. É uma grande responsabilidade coletiva, mas esta cúpula está pronta para assumi-la".

O representante da UA destacou o potencial do continente africano e lembrou que, além de contar com um bilhão de habitantes, dispõe de uma superfície dez vezes maior que a da Europa e é uma das principais fontes de matérias-primas do planeta.

Ping também disse que é hora de África e América do Sul "tomarem as rédeas de seu destino". EFE rr/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG