A Unesco deseja desenvolver o turismo em enclaves geológicos em uma rede mundial de geoparques, informa a instituição em um comunicado.

Os enclaves vulcânicos ou florestas petrificadas são "vitrines do patrimônio geológico", destaca a nota da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco).

O texto também ressalta a necessidade de fazer o grande público se interessar pela geologia e desenvolver o turismo nestes lugares.

Criada em 2004, a Rede Mundial de Geoparques nacionais tem atualmente 56 deles espalhados em 17 países, desde a ilha de Langkawi (Malásia), passando pela floresta petrificada da ilha de Lesbos, na Grécia, ou Vulkaneifel (Alemanha), famosa pelas crateras vulcânicas.

lpt/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.