Unesco elege a candidata búlgara como diretora-geral

O conselho executivo da Unesco elegeu nesta terça-feira a candidata da Bulgária, Irina Bokova, como sua futura diretora-geral, diante do polêmico candidato egípcio Faruk Hosni, acusado de antissemitismo, informaram fontes da organização.

AFP |

Durante a quinta votação realizada na sede da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), em Paris, Bokova, embaixadora da Bulgária na França, obteve 31 votos dos 58 membros do conselho.

Hosni, apresentado como favorito ao cargo nunca ocupado por um árabe, obteve 27 votos.

Este resultado põe fim ao suspende vivido desde quinta-feira passada, quando o conselho realizou sua primeira votação entre nove candidatos.

Bukova, que será também a primeira mulher a dirigir a Unesco, substituirá a partir de dezembro o japonês Koichiro Matsuura.

O processo de eleição do novo diretor-geral concluirá quando a 35ª Conferência Geral da Unesco, que será realizada de 6 a 23 de outubro, se pronunciar, tambémm por voto secreto, sobre o candidato surgido da votação no conselho executivo.

gc/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG