Os investimentos internacionais diretos no mundo serão reativados de forma consistente somente dentro de dois anos após sua dura queda em 2009, segundo um estudo do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento e o Comércio (Pnud) publicado nesta quarta-feira.

"Uma leve reativação dos investimentos estrangeiros diretos pelas empresas transnacionais (ETN) deve se manifestar em 2010 e se acentuar em 2011", segundo a pesquisa anual do Pnud sobre as tendências do investimento internacional.

Até 85% das 241 empresas interrogadas pelos especialistas da agência da ONU consideram que a desaceleração da economia mundial teve um impacto negativo em seus planos de investimentos.

No estudo de 2008, somente 40% dos especialistas interrogados compartilham desta opinião.

"Nesta atmosfera turbulenta, as grandes ETN prevêem reduzir seus investimentos estrangeiros diretos em 2009, um início de reativação para 2010 e uma continuação desta retomada muito mais marcada em 2011", segundo o estudo da Pnud.

pac/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.