Unasul marca Cúpula com Uribe para 28 de agosto

Os presidentes dos países membros da Unasul, incluindo o colombiano, Alvaro Uribe, analisarão no dia 28 de agosto, em Bariloche, o polêmico acordo para o uso de bases militares na Colômbia por tropas dos Estados Unidos, informou nesta quarta-feira a agência oficial Télam.

AFP |

Da Cúpula em Bariloche (1.600 km a sudoeste de Buenos Aires) participarão os 12 presidentes do bloco regional, inclusive Uribe, que "está de acordo" com a reunião, destacou a Télam.

Segundo a agência de notícias, a presidente argentina, Cristina Kichner, se comunicou nesta quarta-feira com os líderes da Unasul para acertar o encontro, cujo objetivo será "reencaminhar o diálogo", após a polêmica gerada pelo acordo na região.

O encontro na Argentina foi acertado durante a Cúpula da Unasul em Quito, na segunda-feira passada, a partir de uma proposta do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Uribe não participou da Cúpula no Equador devido à crise diplomática entre Quito e Bogotá.

Inicialmente, a Unasul havia acertado debater o tema das bases em um encontro de chanceleres e ministros da Defesa, em agosto, mas diante dos temores manifestados pelo presidente da Venezuela, Hugo Chávez, e por seu colega da Bolívia, Evo Morales, se resolveu elevar o perfil da discussão.

Bogotá defende o acordo como um "assunto interno" e descarta que sua cooperação com os Estados Unidos seja uma ameaça a outros países.

jos/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG