Unasul estudará criação de conselhos sobre tráfico, cultura e progresso

Brasília, 7 ago (EFE).- A União de Nações Sul-americanas (Unasul) debaterá a criação de conselhos ministeriais sobre narcotráfico, infraestrutura, desenvolvimento social e cultura e educação, informou hoje a Presidência do Brasil.

EFE |

As discussões sobre a iniciativa acontecerão no encontro que o grupo de países fará no Equador na próxima segunda-feira.

Caso sejam criados, os quatro conselhos se unirão aos de saúde e defesa, que já existem e foram estabelecidos em dezembro, na cúpula da Unasul realizada na Costa do Sauípe (Brasil), disse o porta-voz da Presidência, Marcelo Baumbach.

Na reunião que começará na próxima semana, em Quito, o Chile entregará ao Equador a Presidência rotativa do organismo regional.

A criação do Conselho de Combate ao Narcotráfico abrirá espaço para discussões de estratégias contra o tráfico de entorpecentes e de questões referente à "defesa regional surgidas nos últimos tempos", destacou o porta-voz.

"O presidente (Luiz Inácio Lula da Silva) acha que o fórum mais propício é a Unasul, por suas características, pela importância que está assumindo na solução da crise na região", disse Baumbach em entrevista coletiva.

A cúpula da Unasul acontece num momento de tensões na região, dado o mal-estar gerado pelo anúncio de que a Colômbia permitirá que militares americanos operem sete bases de seu território no combate ao narcotráfico.

O Equador e a Venezuela foram os países que mais criticaram o acordo militar entre Bogotá e Washington e não foram incluídos na viagem por sete nações sul-americanas que o presidente colombiano, Álvaro Uribe, fez esta semana para explicar o pacto a seus colegas.

EFE mp/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG