Unasul desconhecerá eleições sob o governo de fato de Honduras

Os chanceleres da Unasul ratificaram neste domingo em Quito que a América do Sul desconhecerá as eleições que forem realizadas sob o governo de fato de Honduras, e pediram a restituição do presidente deposto Manuel Zelaya.

AFP |

Os ministros, que se reuniram na véspera da cúpula do organismo desta segunda-feira, "reafirmaram que não reconhecerão convocação alguma para eleições por parte do governo de fato", indicou a chancelaria equatoriana em um comunicado.

Acrescentou que também "convocaram a comunidade internacional para extremar os recursos necessários e adotar novas medidas para assegurar" a restituição do cargo a Zelaya e a restauração pacifica da democracia em Honduras.

Honduras deverá realizar eleições gerais em 29 de novembro, embora um plano de paz elaborado pelo presidente costarriquenho Oscar Arias, mediador da crise hondurenha, proponha que sejam adiantadas em um mês.

sp/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG