Unasul convoca cúpula extraordinária para tratar de bases americanas na Colômbia

O movimento liderado por Brasil e Argentina conseguiu nesta segunda-feira a convocação de uma cúpula extraordinária regional para discutir o projeto colombiano de disponibilizar bases para militares americanos.

AFP |

A reunião vai provavelmente ocorrer este mês na Argentina, de acordo com o projeto de acordo elaborado pelos líderes sul-americanos durante o encontro da União das Nações Sul-Americanas, em Quito.

Um convite será enviado ao presidente colombiano Álvaro Uribe, que não se encontra no evento, devido às tensões com o Equador há mais de um ano.

Bogotá tem gerado preocupações na região, ao anunciar o acordo que disponibilizaria sete bases aos Estados Unidos, com o intuito realizar operações contra tráfico drogas e guerrilhas.

As maiores críticas vieram do Equador e da Venezuela, que acusam a medida de representar uma ameaça para a estabilidade regional.

"Ventos da guerra começaram a soprar", afirmou nesta segunda-feira o presidente venezuelano Hugo Chávez, na Cúpula da Unasul.

Mais moderados, Brasil, Chile e Argentina também haviam manifestado sua preocupação com a proposta de acordo EUA-Colômbia.

"Isso se resolve com uma conversa, olhando na cara", disse o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

vel-sp/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG