Uma pessoa morre no Haiti durante manifestação pró-Aristide

Uma pessoa morreu baleada nesta quinta-feira no centro da capital do Haiti durante manifestação de seguidores do ex-presidente Jean Bertrand Aristide, que enfrentaram soldados da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah), integrada por um contingente brasileiro, e trocaram tiros, segundo imagens da televisão.

AFP |

"Parece que uma pessoa morreu perto da catedral; as primeiras informações de que dispomos mostram soldados disparando para o ar", declarou a porta-voz da Minustah, Sophie Boutaud de la Combe.

"Os capacetes azuis teriam sido atacados a pedradas por manifestantes provenientes de vários bairros da cidade", explicou.

A Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti ou Minustah (sigla derivada do francês: Mission des Nations Unies pour la stabilisation en Haïti), foi criada pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas em 30 de abril de 2004, através da resolução 1542, para restabelecer a ordem no país, após um período de rebelião e a deposição do presidente Jean-Bertrand Aristide.

cre/jb/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG