Uma pessoa morre e 325 ficam feridas no terremoto de Yunnan, na China

Pequim, 10 jul (EFE).- Uma pessoa morreu e 325 ficaram feridas, 24 em estado grave, por causa de um terremoto de 6,0 graus na escala aberta de Richter que sacudiu ontem a província de Yunnan (sul), informou hoje a agência oficial Xinhua.

EFE |

A Rede Sismológica Nacional da China comunicou que o tremor teve o epicentro no distrito de Yao'an, uma região montanhosa e remota a 200 quilômetros da capital provincial, Kunming.

O terremoto foi seguido por pelo menos oito réplicas de entre 3 e 4,1 graus de magnitude.

Mais de 90 mil casas foram afetadas pelo tremor, disseram as autoridades locais, o que obrigou o Ministério de Assuntos Civis da China a distribuir cinco mil tendas de campanha para abrigar os cerca de 400 mil afetados.

As equipes de emergência estão distribuindo mantimentos, móveis e utensílios básicos aos desabrigados e mais de mil membros do Exército de Libertação Popular se desdobraram na área para colaborar nas tarefas de ajuda.

Yunnan é uma região chinesa fronteiriça com Mianmar, Vietnã, Tailândia e Laos, e muito próxima a zonas de forte atividade sísmica, como Tibete e Sichuan.

Precisamente esta última província sofreu em maio de 2008 o pior terremoto dos últimos 30 anos na China, de 8,0 graus de magnitude e que deixou mais de 87 mil mortos e desaparecidos. EFE gmp/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG