Uma em cada 3 mil malas extraviadas nos aeroportos desaparece para sempre

LONDRES - Uma em cada três mil malas extraviadas nos aeroportos do mundo nunca mais volta às mãos de seu proprietário, uma situação considerada grave, segundo a Comissão Europeia, que nesta terça-feira apresentou um relatório a respeito do problema.

AFP |

O documento revelou ainda que 90 mil bagagens são extraviadas a cada dia no tráfego aéreo mundial.

"A situação é grave. Precisamos intensificar os esforços contra a persistência deste sério problema", declarou em Bruxelas o comissário europeu dos Transportes, Antonio Tajani.

No total, 32,8 milhões de malas foram extraviadas no mundo em 2008, o equivalente a 90 mil por dia. Embora este dado represente uma queda de 20% em relação a 2007, "este fenômeno continua tendo proporções extremadamente preocupantes", admitiu Tajani ao apresentar o relatório da Comissão.

A maioria dos passageiros acaba recuperando seus pertences, mas uma em cada 3 mil malas extraviadas desaparece para sempre. As companhias aéreas são responsáveis juridicamente pelas perdas e podem ter que indenizar em no máximo 1.100 euros cada passageiro, segundo a legislação vigente.

"Qual é a causa dos extravios em massa? Às vezes por erros, problemas de organização, outras por má fé ou roubo", afirmou o comissário, lembrando que em outras partes do mundo deteve algumas vezes o pessoal das companhias aéreas por usurpar as malas dos passageiros.

Leia mais sobre viagem aérea

    Leia tudo sobre: companhia aérea

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG