Uma pessoa morreu e nove sobreviveram a um acidente com um avião no sul do Chile que estava desaparecido desde sábado e que foi encontrado hoje por homens do Exército e civis responsáveis pela busca, informaram as autoridades.

Os sobreviventes, entre eles três feridos graves, foram levados da localidade de La Junta, a 1.200 km ao sul de Santiago, ao Hospital de Base da cidade de Puerto Montt por efetivos da Força Aérea chilena.

A sua chegada foram recebidos por familiares que nunca perderam a esperança de encontrá-los com vida.

O único falecido foi o piloto Nelson Bahamonde, de 60 anos, vítima de hemorragia interna dois dias depois do acidente, segundo a intendente (governadora) da região de Aysén, Silvia Moreno.

Ela agradeceu a manobra realizada pelo piloto para pousar numa zona de bosques.

O avião, um Cessna 208 Caravan, foi encontrado a 15 km de La Junta - onde deveria chegar na tarde de sábado.

O monomotor havia decolado de Puerto Montt em direção ao sul e, para evitar as cinzas expelidas pela erupção do vulcão Chaitén, tomou uma rota alternativa.

lto/jlv/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.