Um milhão de câmaras de segurança nas ruas de Cantão

Pequim, 5 set (EFE).- As autoridades da província sulina de Cantão instalarão um milhão de câmaras nas ruas e outros espaços públicos para monitorizar a vigilância a fim de reduzir o crime.

EFE |

Segundo informou a agência oficial "Xinhua", o sistema de vídeo-vigilância já funciona de maneira parcial mas estará completamente operantes em 2010.

Este sistema de controle permitirá à Polícia coordenar a luta contra as brigas, roubos e outros delitos em toda a província.

Segundo um oficial do departamento de Segurança Pública da região, nos primeiros testes o sistema permitiu a detenção de 10 mil suspeitos e a prevenção de 18 mil delitos nas ruas.

A metrópole da zona do delta do rio da Pérola, como a própria cidade de Cantão, Shenzhen, Dongguan e Zhongshan, terão especial vigilância dada seu de conflito.

Além disso, as áreas mais movimentadas, ruas comerciais, estações de ônibus e de trem, portos e estradas estarão supervisadas as 24 horas do dia.

A região de Cantão, uma das mais desenvolvidas da China, baseia sua economia na indústria da exportação, que dá emprego a dezenas de milhões de imigrantes rurais de outras províncias.

No entanto, a crise mundial bateu gravemente sua economia e provocou demissões maciças na zona (Pequim teve um mínimo de 22 milhões de novos desempregados por este motivo), o que aumentou os números da delinquência. EFE gmp/fk

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG