Um em cada cinco adultos no mundo é analfabeto, diz ONG

Madri, 8 set (EFE).- Um em cada cinco adultos no mundo todo não sabe ler nem escrever, afirmou a ONG espanhola Manos Unidas hoje, Dia Internacional da Alfabetização.

EFE |

Cerca de 774 milhões de adultos no planeta ainda não foram alfabetizados e 75 milhões de crianças estão fora da escola, indicadores de que um dos Objetivos do Milênio estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU) para 2015 está longe de ser cumprido, afirma em nota a Manos Unidas.

Com relação à saúde, quinto Objetivo do Milênio, as Manos Unidas lembra as palavras do diretor-geral da Organização da ONU para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), Koichiro Matsuura.

"Uma pessoa analfabeta é mais vulnerável a ter problemas de saúde e é menos provável que ela busque assistência médica para si mesma, sua família ou sua comunidade", destacou Matsuura.

A ONG espanhola afirma que um estudo realizado em 32 países revela que as mulheres com ensino médio têm cinco vezes mais chances de receber informação sobre a aids do que as analfabetas, e que a mortalidade infantil é maior quando a mãe não sabe ler nem escrever.

A ONG Intervida, que desenvolve no Senegal planos para acabar com o analfabetismo e atende centros socioculturais que oferecem formação técnica e profissional, informa que no mundo 51% dos jovens, 133 milhões, de entre 15 e 24 anos, são analfabetos.

A Intervida lembra que a aplicação e elaboração de estratégias que proporcionem aos jovens um trabalho digno e produtivo é outro dos Objetivos do Milênio da ONU, e que este é um segmento da população que registra a metade dos desempregados do mundo, segundo dados do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).

A organização diz ainda que a África Subsaariana, uma das regiões mais pobres do planeta, tem as taxas mais altas de desemprego.

A Intervida afirma que, segundo dados do Banco Mundial, 25% das pessoas que vivem em condições de extrema pobreza, com menos de US$ 1 por dia, são jovens. EFE egm/rb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG