Um cachorro é suspeito de ser a origem da peste pulmonar na China

Um cachorro é suspeito de ser a origem da epidemia de peste pulmonar que matou três pessoas no noroeste da China, onde foi declarada uma quarentena, anunciou a agência Nova China.

AFP |

Os exames demonstraram que um cachorro que morreu pode ter causado a epidemia de peste, informou a agência oficial, citando o professor Wang Hu, diretor da agência de controle de doenças da província de Qinghai.

Wang disse que o animal provavelmente morreu depois de comer uma marmota infectada e que um homem ficou doente ao enterrar o cão. Esse homem veio a morrer três dias depois.

"A primeira vítima enterrou o cachorro sem qualquer proteção. Depois de infectar-se, seus familiares e vizinhos tiveram contato com ele sem tomar medidas de precaução, conduzindo à sua infecção", informou Wang.

Três pessoas morreram e uma quarta se encontra em estado muito grave em Ziketan, uma remota cidade de 10.000 habitantes de uma zona tibetana da província de Qinghai.

A cidade está em quarentena, mas seus habitantes tentam fugir.

A peste pulmonar é a forma mais virulenta dessa doença contagiosa, mas também é menos frequente. Ela se propaga através do ar.

Um tratamento com antibióticos é eficaz se o diagnóstico for feito a tempo.

mtp/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG