Jerusalém, 19 fev (EFE).- O ultradireitista Avigdor Lieberman, líder do partido Yisrael Beiteinu, declarou hoje apoio à candidatura à chefia de Governo de Benjamin Netanyahu, do conservador Likud, embora tenha condicionado seu respaldo a um Executivo amplo.

Lieberman expressou seu desejo na reunião com o presidente israelense, Shimon Peres, dentro da rodada de contatos políticos que o chefe de Estado faz para nomear o novo premiê.

Com 27 cadeiras, uma a menos que o ainda governante Kadima, o Likud ficou em segundo lugar nas eleições de 10 de fevereiro, mas desde o princípio contava com mais respaldo para criar um novo Governo.

Lieberman, que lidera a terceira força do país com 15 cadeiras e é, portanto, importante, é a última das legendas de direita a respaldar Netanyahu, com quem mantém uma estreita relação pessoal e política há duas décadas.

Ainda assim, condicionou seu apoio a que o líder do Likud "forme um Governo amplo", sem especificar quais são, na sua opinião, as legendas que deveriam integrar a nova maioria governamental. EFE elb/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.