Últimos corpos são retirados de avião acidentado na Holanda

AMSTERDÃ - Os três corpos de membros da tripulação que ainda se encontravam na cabine do Boeing 737 da Turkish Airlines foram retirados do avião acidentado, informaram as autoridades locais.

EFE |

Até o momento, as autoridades anteciparam somente que a maioria das vítimas tem origem holandesa ou turca. O prefeito de Haarlemmermeer, Theo Weterings, informou em entrevista coletiva que o nome das vítimas será divulgado somente nesta quinta-feira, quando os dados da lista de passageiros forem totalmente comparados com a informação dos hospitais onde os feridos estão internados.

Os corpos dos tripulantes que estavam na cabine não foram retirados logo depois do acidente para "facilitar a investigação", segundo um porta-voz do Ministério Fiscal.

As autoridades locais de Haarlemmmermeer não forneceram mais informações sobre as possíveis causas do acidente, que deixou nove mortos e mais de 80 feridos, seis deles em estado crítico.

A imprensa holandesa especula que os motores do aparelho podem ter parado pouco antes da aterrissagem, o que teria provocado o acidente.

Leia mais sobre: queda de avião

    Leia tudo sobre: avião

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG