Último veterano britânico da 1a Guerra morre aos 111 anos

Por Avril Ormsby LONDRES (Reuters) - O último veterano britânico das trincheiras da 1a Guerra Mundial, Harry Patch, morreu ao 111 anos, disse neste sábado o Ministério da Defesa do país.

Reuters |

Patch, descrito por seu biógrafo como um homem com senso de humor e um "brilho em seu olhar," morreu em sua residência em Somerset, no oeste da Inglaterra.

Sua morte ocorre uma semana após o falecimento de outro dos poucos remanescentes vivos do conflito e o homem mais velho do mundo, Henry Allingham, que morreu aos 113 anos.

O único homem nascido na Grã-Bretanha que participou do conflito e ainda vive é agora o marinheiro Claude Choules, que vive na Austrália.

Patch, um ex-encanador, foi recrutado aos 18 anos e serviu nas trincheiras de Ypres, onde foi ferido e viu três de seus melhores amigos morrerem na batalha de Passchendaele.

O Príncipe Charles, que também é o Duque da Cornuália, pagou tributo a Patch, que serviu com a Infantaria do Duque de Cornuália.

"Harry sempre estimou o extraordinário coleguismo que as assustadoras condições produziram no batalhão e se manteve leal até o fim," disse ele à BBC.

Patch, que serviu como atirador por quatro meses no verão de 1917, não falou sobre suas experiências de guerra até fazer 100 anos, e nos últimos anos promoveu a paz e a reconciliação. "Guerra não vale uma vida," disse.

Seu biógrafo, Richard van Emdem, afirmou que Patch reconhecia que era um símbolo de sua geração. "Ele estava bem ciente do fato de que ele era o último veterano que serviu nas trincheiras. E eu acho que havia um certo orgulho nisso," disse.

"Mas ele se deu conta de que, após ele, seria uma história perdida. Não haveria ninguém mais para falar e então ele sentiu fortemente que deveria lembrar os mortos, lembrar daqueles que sofreram em ambos os lados da linha," acrescentou.

Patch casou-se com Ada, uma jovem garota que conheceu enquanto convalescia após a batalha de Passchendaele. Após sua morte, em 1976, ele casou-se com sua segunda mulher, que morreu antes dele. Seus dois filhos de seu primeiro casamento também faleceram antes de Patch.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG